Bariloche roteiro 7 dias

introdução | planejar | clima | chegar e partir | vestir | comer | dormir | deslocar-se | roteiro 7 dias | esquiar | comprar

Estas sugestões de roteiros podem ser adaptadas para períodos maiores ou menores, bastando que o viajante privilegie as atrações turísticas mais importantes. Descrevo abaixo os principais passeios, para cada dia, em ordem de importância para serem considerados. Vale a recomendação de que cada pessoa deve programar os passeios levando em conta o clima no dia. Se estiver nevando sem vento na estação, esquiar é a grande pedida. Se chover, podem ser boas opções aproveitar para andar na cidade, ver o comércio ou ir à Ilha Victoria, que é em barco fechado e protegido da chuva.

O roteiro clássico oferecido pelas agências de viagem inclui:
– passeio por Circuito Chico,
– teleférico do Cerro Campanário,
– Cerro Catedral,
– Cerro Otto e
– Cassino de Bariloche.

Este roteiro é comumente usado pelas agências que vendem pacote de uma semana em Bariloche. A CVC, uma das maiores operadoras brasileiras em Bariloche, utiliza o nome Bariloche Clássico para seu programa de uma semana. Os passeios turísticos padronizados também são vendidos por pequenas agências locais espalhadas pela cidade. Os traslados destes passeios são feitos por ônibus ou vans, que tem a vantagem de precisar se preocupar com o transporte. Mas, se você tiver o azar de ficar no início do percurso, vai sair do hotel às 08.00h e ficar pelo menos uma hora no ônibus pegando os outros turistas nos hotéis. Pode ser grande a perda de tempo, mas o preço dos passeios padronizados é convidativo e funciona bem para turistas que não gostam de se preocupar.

Bariloche

Roteiro Proposto
Se você vai esquiar (ou descer a montanha de snowboard) a programação é ditada pelo esporte. Pode-se esquiar todos os dias que o clima e o preparo físico permitirem. Quem vai com a intenção de esquiar deixa poucos ou nenhum dia dedicado aos passeios. Consideremos uma proposta mais geral, que inclui o esporte na neve, mas cuida dos interesses do turista normal. O roteiro a seguir cobre com margem as atrações top ten de Bariloche:

pra fazer qualquer dia- Centro da Cidade
Explorar o comércio, escolher o restaurante, faz parte da programação do turista. Como Bariloche é pequena, o Centro se concentra na rua Mitre e algumas transversais, onde fica a maioria das lojas e pontos para comprar e consumir chocolates. Se o tempo estiver bom, andar na beira do lago, duas ruas abaixo da Mitre, é boa pedida. Quando retornamos de outros passeios ou do dia de esqui em Cerro Catedral, é comum dar uma “passadinha” no Centro para passear ou fazer compras.

1o dia- Cerro Catedral
Cerro Catedral é a estação de esqui de Bariloche. Fica a 30 minutos de carro do centro da cidade. A beleza da montanha coberta de neve com as pessoas esquiando merece uma visita. Sugiro a ida logo no primeiro dia para avaliar se vai investir no esqui ou dedicar-se a passear pelos belos pontos turísticos da região. Sugiro uma subida no teleférico (cuja estação fica no fundo do terreno da estação) para ver a paisagem do alto da montanha. O refúgio lá em cima, além de oferecer uma boa vista do lago Nahuel Huapi, permite ver as pistas de esqui do alto da montanha, cuja dimensão não temos quando olhamos da base do Cerro Catedral. Se o tempo estiver bom, pode-se ver a cordilheira dos Andes até o Chile. Se você pretende esquiar, não embarque nos passeios de van a Cerro Catedral. É desperdício de tempo. Use o serviço de remises, que são carros que você contrata para lotadas, que é a melhor alternativa de transporte para 3 a 4 pessoas. Se você pedir para o hotel chamar, vai pagar um pouco mais (10 a 20%) pela viagem. Chame diretamente as agências. O preço padrão para uma corrida do Centro ao Cerro é de cerca de US$15. O Shopping Terrazas, que fica na base da montanha, é interessante por combinar lojas, lanchonetes e o movimento do pessoal que vai e volta do esporte na neve. Veja mais sobre Cerro Catedral em nosso artigo sobre a estação.

Bariloche

2o dia- Circuito Chico
Este é o “Circuito Pequeno”. É o passeio básico recomendado a pessoas que só têm um dia em Bariloche. Inclui uma volta dentro do hotel Llao Llao, sem sair da van. É um passeio para se ter uma ideia geral das belas vistas de lagos e montanhas da região. Veja nosso artigo sobre este passeio. Se você estiver por conta própria, a parada no hotel Llao Llao é recomendada. Experimente tomar um chá nas instalações aristocráticas do hotel.

3o dia- Cerro Otto e Piedras Blancas Subir o Cerro Otto e desfrutar de seu restaurante giratório é boa maneira de ver a vista panorâmica do lago Nahuel Huapi do alto. Veja nosso artigo sobre Cerro Otto. Outra opção é pegar um remis de manhã até Piedras Blancas, onde se faz esqui nórdico, depois subir a pé até o restaurante giratório do Cerro Otto para almoçar (se a neve da estrada estiver dura o suficiente para suportar seu peso sem afundar). Agende o remis antes de descer novamente e ele estará lá embaixo quando você chegar. O aluguel do esqui nórdico é cerca de 40 dólares para o dia todo.

4o dia- Villa La Angostura e Circuito Grande Angostura é uma pequena e bonita vila do outro lado do lago Nahuel Huapi. É bom passeio para se fazer de carro. A estrada é boa e com vários pontos de grande beleza, com vistas impressionantes dos braços do Nahuel Huapi. Pode-se fazer um passeio de um dia ou passar uma noite num hotel da cidade a caminho de San Martin de Los Andes. Veja nosso artigo sobre esta viagem. Existe excursão de ônibus, o Circuito Grande. Este passeio é uma viagem de 240 km que permite conhecer as belas Villa La Angostura e Villa Traful. A viagem margeia vários dos belos lagos que ficam ao norte de Bariloche. São de beleza impressionante. Veja boa descrição do percurso no site Viajoporargentina.com.

4o e 5o dias- Viagem de Bariloche a San Martin de Los Andes Esta opção concorre com a ida e volta a Angostura num mesmo dia. É dos mais belos caminhos desse nosso planeta. A viagem até San Martin de Los Andes passando por Villa Angostura dá para fazer em um dia, mas vai ficar muito apertado ir e voltar no mesmo dia. A boa pedida, para poder curtir a viagem é, pelo menos, dormir uma noite em Angostura ou ir mais acelerado e dormir em San Martin de Los Andes. Temos uma matéria só sobre este passeio. Mostramos abaixo uma foto para despertar sua curiosidade.

Bariloche

6o dia- Ilha Victoria e Bosque dos Arrayanes, que, dizem, inspiraram Disney, é um passeio interessante. A floresta de pinheiros da ilha merece uma olhada. É passeio clássico que se compra nas agências da cidade. O passeio de barco fechado torna esta opção razoável para um dia com chuva fraca ou intermitente.

– vai ficar mais dias? El Bolson é uma simpática cidade ao sul de Bariloche que justifica passeio de carro de um dia. A estrada é belíssima, o problema é que este passeio concorre com os sete lagos espetaculares que ficam ao norte de Bariloche. Já é programa fora do padrão da viagem de sete dias. Bom para quem quer usar o carro e pegar estrada. Fica para o sul. Veja nossa matéria sobre a cidade.

12 ideias sobre “Bariloche roteiro 7 dias”

  1. Parabens pelo seu trabalho! Maravilhoso! Com certeza sera muito util para nos, pois iremos para Bariloche no final de junho (2010) e voltaremos na primeira semana de julho (2010).
    Tenho acompanhado a previsao e infelizmente ainda nao esta nevando forte (apenas chuva)!
    Minha duvida é o seguinte: o que de fato fazer em Vila Angostura e San Martin Los Andes? Sei que a intenção é curtir o passeio e tirar fotos (e não a chegada nessas cidades propriamente dita).
    Tem algo especial nessas cidades? Ou o objetivo seria visitar os lagos mesmo? OBS: Não se chega nos lagos né? Apenas passa na região…é isso?
    Sei que existe estação de esqui nesses lugares, mas nesse caso seria melhor o Catedral (já que estaremos hospedados em Bariloche)?
    Porque a cidade em si, creio que Bariloche deve ser “melhor” (mais turistico).
    Outra coisa, não fica muito cansativo a visita para esses “7 lagos”? Ou cada um tem uma paisagem diferente? Porque acaba-se investindo no minimo 2 dias para esse passeio.
    Onde eu fico sabendo se a estrada está fechada (de forma confiante)?
    Outra curiosidade: tem noçao de preço da gasolina?
    Ficaremos no Hotel Dut Bariloche (perto de de Llao Llao). Parece que sao 20km ate o centro.
    Valeu!
    Abraços!

    Respondendo: Alex. Vila Angostura é uma pequena cidade a cerca de uma hora de Bariloche. San Martin é uma cidade maior, com aeroporto grande e uma estação de esqui (menor que Cerro Catedral). A beleza dos lagos é para ser apreciada durante as viagens de carro. Clique aqui para ver os artigos sobre os passeios pelos lagos. Não conheço um fornecedor oficial sobre as estradas. Do hotel onde você ficará, precisará pegar táxi para ir ao centro da cidade, mas 20km não é muita coisa.

  2. Gustavo,

    Recomendo, para quem tiver tempo e disponibilidade, que se vá ao Cerro Tronador. É um passeio de dia inteiro, mas vale à pena. É simplesmente deslumbrante. Os contrastes de tons entre a água dos lagos e rios, montanhas com ou sem neve e o céu, é indescritível. Para quem se dispuser, alugue um carro por um dia, pois isso lhe dará a liberdade de parar nos cantos da estrada para tirar quantas fotos se quiser, no tempo que cada uma precisa para ficar perfeita.
    Já lá em cima, na base do Cerro, tentem escutar o gelo rachando. É um barulho impressionante.

  3. Alex, Gustavo,

    Cada pedaço de terra desta região é diferente um do outro. Fiz o passeio para o Cerro Tronador e achei que já tivesse visto o suficiente da combinação vegatação / lago / montanha nevada / céu azul. Não esperava nada de diferente no passeio aos 7 Lagos, que fiz hoje. É simplesmente deslumbrante. Também iria ficar em San Martin de Los Andes, e fazer isso em dois dias, mas peguei uma gripe e não pude encarar a estrada de 200 km para ir e outros tantos para voltar. Então fiz o segiuinte: Saí para La Angostura, peguei a estrada de terra e cascalho que levaria para San Martin, mas dobrei à direita no meio do caminho em direção ao Lago Traful, voltando para Bariloche pela estrada que margeia este lago. É IMPERDÍVEL. FAÇA ESTE PASSEIO. Coube perfeitamente em um dia, com bilhares de paradas para mais de 150 fotos do trajeto. Cada ângulo da vista vale cada minuto dentro do carro. Tome cuidado apenas pois as estradas são de terra e cascalho solto, o que pode lhe dar diversos sustos com o carro “saindo” de traseira. Vá devagar, até para olhar entre as árvores e perceber que os lagos com suas prainhas são um espetáculo à parte. Tome cuidado também, pois há MUITAS vacas soltas no caminho perto do Lago Traful. A gasolina está entre 3,9 e 4,1 pesos por litro. Encher um tanque vai dar mais ou menos 180 pesos, dependendo do carro, mas o consumo é baixíssimo. Peguei um Siena 1.4 na BR Rent a Car, por cerca de 200 pesos por dia, com quilometragem livre. Negocie.

    NEVE:
    Já nevou ontem, quinta-feira, dia 17/06, O DIA TODO, inclusive na cidade de Bariloche. Só que a neve da cidade é mais molhada, veio entre pancadas de chuva e derrete muito rápido. No Cerro Catedral caiu uma nevasca. Pelo que entendi, já neste sábado as pistas (algumas) poderão ser abertas, mas acho que são as mais altas e mais perigosas. Já me propuz a aprender a esquiar na base da montanha mesmo, atrás do shopping, não sendo necessário nem pagar quaisquer meios de elevação. É mico, mas é o que dará para fazer nesta pré-temporada (que vai de 19 a 25/6). A Média temporada é de 26/6 a 8/7 e a Alta é de 9 até 30/7.

    Boa Sorte e Boa Viagem.

  4. Passeios em Bariloche – voltei de lá ontem e recomendo:

    Vá ver neve e esquiar no Cerro Catedral, com roupa alugada na véspera, para não perder tempo;
    Vá fazer o esquibunda no Piedras Blancas, principalmente se tiver crianças na trupe, também com as roupas alugadas;
    Vá ao Cerro Tronador de excursão, se não tiver crianças na trupe;
    Alugue um carro por um dia e passe por La Angostura e continue na estrada de terra voltando pelo Lago Traful – este caminho é um pedaço bem razoável do Caminho dos Sete Lagos, é inigualável e vale a viagem;
    Não fui à ilha Vitória de excursão, mas dizem que é imperdível;
    Não vá ao Circuito Chico, não vale, é dia perdido;
    Se estiver hospedado em qualquel hotel na Bustillo, seja lá em que quilômetro seja, alugue um carro para fazer todos estes passeios pois você fará muito mais coisa, no seu horário, no seu ritmo, com mobilidade de alterar a sequência de eventos, ao sabor do clima e da sua disposição; talvez seja até um pouco mais que a soma de todos os táxis que você vai gastar para sair e voltar do hotel mais de uma vez por dia, para passear e para sair para comer, mais os transfers Aeroporto/hotel/aeroporto e as excursões, mas faça as contas e veja que compensa…são 180 a 200 pesos por dia muito bem gastos…ainda mais se dividir com alguém. Peguei um Siena 1.4 no Aeroporto dia 15 e devolvi no mesmo Aeroporto dia 22/06. Moleza…

  5. Estou indo para Bariloche em Agosto (20 a 26), acredito que ainda terá neve, pois quero aprender a esquiar… Gostaria de saber se a passeios para crianças, tenho um filho de 4 anos e estou insegura quanto a programação para crianças. Existem alternativas, vão muitas crianças para lá?

    Respondendo: Oi Mônica. Vão muitas crianças. A brincadeira do esqui começa cedo. A foto abaixo mostra o pessoal partindo para ter aula na montanha. Além disso, a cidade oferece boas opções de lugares para comer e beber chocolates, em geral apreciados pelas crianças. Mantenha os pequenos aquecidos.

    bariloche - foto polemikos

  6. Para Monica Fonseca:
    Oi Mônica, vou com minha esposa para Bariloche no mesmo período que o seu, em que hotel vc irá ficar?

  7. Existe a facilidade de caixas eletrônicos em muitos lugares de Bariloche?
    Inclusive no aeroporto?

    Respondendo: Há vários bancos em Bariloche com caixas eletrônicos, inclusive com possibilidade de saques em redes internacionais. Não me lembro se há caixas no aeroporto.

  8. Oie! Estou com passagem marcada para ir agora em junho/2011, ficarei em Bariloche 4 dias. O q devo fazer? Gostaria de ir para Cerro catedral, Piedras Blancas e Cerro Otto. Vale a pena ir em Piedras Blancas e depois Cerro Otto no mesmo dia??? Estou doida para fazer o ski bunda!
    Obrigada.

  9. Estarei saindo de férias em outubro, e Bariloche é um dos lugares que penso em ir, sei que nessa época não tem neve, mas gostaria de saber se é um mês interessante para ir, o que ha de legal para fazer, quais passeios fazer.

    Respondendo: Oi. Tirando os programas com neve, todos os outros que comentamos no site são interessantes. A região é muito bonita.

  10. Estes passeios que você descreve aqui no site, quais deles consigo fazer sem carro (de onibus)? Pois vou sozinha e não sei dirigir. 😉 Obrigada!

  11. boa noite, gostaria de saber qual o valor do aluguel do carro em julho a agosto 1 semana,o hotel dut bariloche é mto longe?será q vale a pena?quais os principais passeios q devemos fazer estamos c cças

  12. Boa tarde Fernando Milanez , estou indo para Bariloche e gostaria que me explicasse melhor o caminho que vc fez de la angostura pelo lago traful na estradinha de terra.. Devo ir de Bari para la angostura aproveitar o cerro bayo e dormir lá. No outro dia para voltar para Bari e gostaria de passar por esse caminho. Obrigado. Breno

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.